Aqui é Barbara Brier e antes de mais nada, responda:

De quem é essa responsabilidade?

Do gestor dono da oficina ou gestor do pátio?

Engajar pessoas é muito difícil, para qualquer negócio.

Mas tem algo bem legal no nosso ramo, setor da reparação automotivo, normalmente são pessoas, humanizadas, acolhedoras, que se ajudam.

Donos e gestores de oficina: 

1. Equipe tem que está alinhada com os valores pessoais do dono da oficina, pois a equipe é a alma do negocio.

Ex: Não falar palavrão, não chegar bêbado no trabalho, não gritar, ter respeito com o próximo e etc.

É responsabilidade do gestor alinhar esses valores com os funcionários, filtrar os colaboradores com esses valores e, claro, ser exemplo.

O que é ser exemplo?? 

Varrer o pátio, o passeio, sentar e conversar olhando no olho, tomar café com sua equipe.

Vejo muito, nas oficinas, uma separação gritante de dono e funcionário, ao ponto de não usar o mesmo banheiro.

Muitas vezes funcionário com uniforme rasgado e o dono com uniforme novo.

E aqui estou colocando apenas alguns exemplos para que você reflita que essa transformação parte primeiro do dono e gestor, você tem que analisar e desenvolver mecanismos que vai trazer essas pessoas pra perto, e assim consegui transformar funcionário em equipe. 

2. Dividir ganhos e lucros 

Tenha remuneração condizente, meta possíveis, motive pessoas a bater as metas, mostre a importância da venda, incentive e ajude com o estudo, especialização. 

3. Ter paciência 

Eu trabalhei muito tempo em montadora e com muitos homens, ouvir muitos deles dizerem que não tem paciência.

E eu digo pra você, isso não é problema.

A solução para isso é delegar outra pessoa para fazer, uma pessoa que tenha paciência para comunicar com sua equipe, orientar quanto ao serviço, que os trate com respeito, corrija no momento correto, que cuide dessa equipe. 

O reflexo disso é a ajuda mútua, mesmo quando não há a obrigação de ajudar, e são nesses momentos que vemos a qualidade da equipe.

Crie elos com seu funcionário, olhe no olho, fale no momento certo, chame para o diálogo, todos têm problemas e se a pessoa não entende a conduta da empresa, não esta alinhado para esta ali. 

4. Comunicação

Tudo que for fazer na oficina, comunica, mostra para sua equipe o fluxo e andamento da empresa, projetos, fala sobre palestras que você gostaria que eles fossem, comunique quando for ter novos funcionários, comemore os aniversariantes do mês. 

Isso tudo é importante para que haja humanização entre as pessoas que convivem no dia a dia, mostrando que todos estão juntos, que eles podem e devem se ajudar.

Transformar funcionário em equipe é relacionamento, afinal de contas, vocês estão juntos todos os dias, são de certa forma uma família.

Mostre o valor e a importância do trabalho que seu funcionário faz, onde isso reflete da vida dos clientes, chame para o dialogo sem se impor como dono.

Cada vez mais devemos assumir a responsabilidade do nosso negócio e da nossa equipe, trazendo ela para perto. 

Funcionário:

Se você não concorda com a conduta da empresa, para de fazer “birra”, se posiciona, conversa com seu líder/ gestor e se ainda não estiver bom para você, essa empresa não é o lugar pra continuar.

Não é pirraçando e batendo de frente que as coisas vão acontecer.